Quarta-feira, 12 de Junho de 2024

POLÍCIA Quinta-feira, 05 de Março de 2020, 18:25 - A | A

Quinta-feira, 05 de Março de 2020, 18h:25 - A | A

Enforcado na delegacia

Idoso preso por atacar prostituta a marretadas é encontrado morto dentro de delegacia

Após ter sido mantido preso em cumprimento de um mandado de prisão em aberto, Braquiária teria tirado a própria vida na cela da delegacia de Campo Novo do Parecis

Mario Andreazza
Repórter MT

O idoso Antônio Fernandes Chaves, 67 anos, mais conhecido como “Braquiária”, preso durante a noite dessa quarta-feira (04) após ser ‘vítima’ de uma suposta tentativa de latrocínio em um motel, foi encontrado morto, no início da manhã desta quinta-feira (05), dentro da cela da Delegacia de Polícia Civil de Campo Novo do Parecis (396 km da Capital).

De acordo com a polícia, Braquiária teria cometido suicídio usando a própria camisa para se enforcar, já que estava sozinho.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi acionada na delegacia, onde analisou as condições em que o corpo foi encontrado e colheu informações que apontem as circunstâncias do acidente.

Em seguida o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia que deve confirmar a causa clínica da morte.

Um laudo deverá ser emitido nos próximos dias com informações técnicas que vão ajudar na apuração dos fatos.

A Polícia Civil acompanhou os trabalhos da Politec e aguarda o laudo, que dará base às investigações.

Entenda o caso

Braquiária foi encontrado pela Polícia Militar (PM) numa rua do bairro Jardim Primavera após ter fugido do motel aonde teria sofrido uma suposta tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte) da prostituta que ele mesmo havia contratado e de um comparsa dela. 

Após os três entrarem em luta corporal, Antônio teria se apossado de uma marreta, atacado os rivais e fugido em seguida.

Na delegacia, após consulta da identidade de Braquiária, foi verificado um mandado de prisão preventivo em seu desfavor expedido pela 2ª Vara Cível da Comarca de Diamantino em 14 de fevereiro deste ano, que foi cumprido na unidade policial

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT