Quarta-feira, 17 de Julho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2021, 21:18 - A | A

11 de Fevereiro de 2021, 21h:18 - A | A

POLÍTICA / 2020 JÁ CHEGOU!

Cardeais do PP se reúnem e miram eleições 2022

Edésio Adorno
Tangará da Serra



Política é um processo dinâmico, efervescente e contínuo. Termina uma eleição, logo vem outra. É assim em todas as democracias do mundo. Em Mato Grosso não poderia ser diferente. A disputa pelo poder e por sua manutenção é permanente.

Quem está dentro não quer sair e quem está fora quer entrar. E a lógica é simples: para acessar o poder e não deixá-lo escapar é preciso se organizar e mobilizar forças de apoio. Esse apoio, via de regra, é consequencia de como se exerce o poder político.

Com a eleição do deputado Arthur Lira para o comando da Câmara, o PP se tornou um dos partidos de primeira grandeza no caleidoscópio da política nacional. No Mato Grosso, o mega produtor rural Blairo Maggi, que já foi governador, senador, ministro de Estado, aparentemente não tem interesse pessoal na disputa de 2022. Mas ele continua sendo o líder incontroverso do PP no estado.

Na condição de guru político do PP e até de outros conglomerados políticos, Maggi recebeu, em seu escritório, na avenida que leva o nome de seu pai André Maggi, o deputado Paulo Araújo e o secretário-geral do PP, Euzébio Diniz.

No bate papo informa, costuras e amarras foram delineadas com o próposito de aumentar a representação do partido na ALMT, preservar uma cadeira na Câmara, preferencialmente com Neri Gueller e, quem sabe, articular uma candidatura ao senado, tendo o próprio Blairo Maggi como cabeça de chapa. Especulação? Hoje, sim; amanhã, talvez não. O tempo dirá!

 

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT