Domingo, 16 de Junho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 13 de Abril de 2020, 13:18 - A | A

Segunda-feira, 13 de Abril de 2020, 13h:18 - A | A

Sasá: 'o esporte precisa acontecer'

Ícone do esporte amador, Luciano Sasá assume pré-candidatura a vereador.

EDÉSIO ADORNO
Tangará da Serra

“O esporte é vida, saúde, integração social, fonte de lazer e recreação. No apoio e incentivo as práticas esportivas reside o resgate de jovens e de crianças do mundo do crime. Mais esporte, menos crianças nas ruas”. Esses jargões ou clichês, alguns revestidos de supina imbecilidade, são de amplo conhecimento público. Fazem parte do vocabulário e do discurso de gestores públicos e de políticos em período de campanha eleitoral.  

O desporto ou simplesmente esporte, englobada todas as modalidades, pode ser tudo isso e muito mais. É fonte perene de renda, de emprego, de incremento do turismo e de bem-estar social. Uma cidade que não tem política pública de fomento ao esporte renúncia, cretinamente, uma importante fonte de renda e de valorização dos atletas locais.  

Tangará da Serra não tem um calendário de corrida de rua e nem de jogo de peteca.

Não existe torneios ou campeonatos regulares de vôlei, basquete, futebol de salão, corrida do saco, do ovo ou peladão anual. O potencial de canoagem e de rapel permanece inexplorado.

Também não existe um calendário de monta bike ou ciclismo, e não é por falta de praticantes.

É expressivo o número de “magrelas” que circula pelas ruas e estradas vicinais do município.

A turma do pedal é presença constante nas redes sociais.

Essa modalidade esportiva caiu no gosto e agrada boa parte da população.      

Tangará da Serra deve ser elevada à condição de polo estadual de esporte. Difícil? Não! Basta vontade e determinação política ao próximo prefeito e aos vereadores que emergirem das urnas nas eleições ainda previstas para outubro próximo. E, claro, se a população entender que o tema tem relevância social e econômica.  

Luciano Silva Góis, o Sasá, tem uma vida dedicada ao esporte amador. Ele dirige a escolinha de futebol Real Tangará e já revelou alguns craques. “São 16 anos de trabalho voluntário no esporte de Tangará. Agora, sinto que é o momento de poder dar um passo a mais e tentar contribuir mais com o esporte”, escreveu ele em uma rede social.

Prossegue Sasá, afirmando que “em outras eleições fui convidado mas nunca fui por não me sentir preparado, mas durante os últimos quatro anos me preparei, me aprimorei e me vejo pronto pra dar este novo passo”.  

Sasá destaca em sua postagem que pretende ser vereador para garantir independência e autonomia a secretaria de Esportes. Ele considera uma humilhação ter que “depender dos outros que muitas vezes não dá o valor que o projeto necessita e a estrutura necessária. A pasta tem que ter orçamento, calendário esportivo e autonomia para executar, em parceria com os desportistas, todos os eventos programados para o ano”.  

“Quero ser vereador para estimular, apoiar e fazer acontecer o esporte em Tangará da Serra. Grandes eventos movimentam o comércio, aquecem a economia, abrem portas de emprego e beneficiam toda a população”, concluiu o pré-candidato a vereador Sasá.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT