Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

POLÍTICA Sexta-feira, 12 de Junho de 2020, 18:17 - A | A

Sexta-feira, 12 de Junho de 2020, 18h:17 - A | A

Desculpa esfarrapada

Prefeito não consegue instalar leitos de UTI covid-19 e culpa MPE por sua desídia com a saúde

EDÉSIO ADORNO
Tangará da Serra

Faltando apenas seis meses para concluir o 2º mandato consecutivo de prefeito de Tangará da Serra, Fábio Martins Junqueira (MDB) não nada para deixar como legado na área de saúde. Seu governo foi marcado por bazofias e colossais mentiras ao estilo grandiloquente.  

A pandemia do novo coronavírus expos uma verdade insofismável: a rede pública municipal de saúde não está estruturada nem mesmo para enfrentar um surto de difruço.

A história dos 13 leitos de UTIs sempre foi uma retumbante farsa apregoada nas redes sociais para iludir a opinião pública e arrancar likes de internautas desavisados.  

Mesmo com a conta bancária abarrotada de dinheiro que o governo federal liberou para o combate a covid-19 e mais dinheiro para manutenção de oito leitos de UTIs, Junqueira não conseguiu colocar em funcionamento nenhum, sob os mais diversos e esfarrapados pretextos.  

Criticado pela população e com medo das investigações em curso no MPF, MPE e Polícia Federal, o prefeito tentou privatizar o funcionamento das UTIs, em total afronta aos princípios doutrinários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Licitar e contratar uma empresa para tocar os plantões médicos é uma coisa. Outra bem mais diferente e cabeluda é entregar o sistema a um plano privado de saúde.    

Acusar o Promotor de Justiça de atrapalhar parceria é faltar com o dever de lealdade intelectual, o que significa mentir para a população com o propósito escuso de jogar a opinião pública contra o MPE e intimidar seus membros.  

O Governo do Estado, que custeia os leitos de UTI do Santa Angela e HC, sem participação do município, deve firmar uma parceria com a prefeitura para colocar em funcionamento 10 leitos de UTI para covid-19 no Hospital Municipal de Tangará da Serra.  

As tratativas estão adiantadas e são intermediadas pelo deputado estadual Dr João Mattos (MDB).

Uma conquista importante para a população, que não pode continuar exposta aos riscos do coronavírus, sem a possibilidade de um tratamento médico-hospitalar qualificado e a espera da boa vontade de Junqueira.

Vídeo Institucional - Informe publicitário ALMT

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT