Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2020, 12:36 - A | A

Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2020, 12h:36 - A | A

IMUNIZAÇÃO CONTRA A COVID-19

Bolsonaro decide comprar vacina chinesa CoronaVac e finaliza carta de intenção ao Butantan

Carla Araújo
UOL/Brasília

O Ministério da Saúde, comandado pelo general Eduardo Pazuello, está em fase de acertos finais com o Instituto Butantan para a compra de 46 milhões de doses da CoronaVac, vacina desenvolvida em parceria com o laboratório chinês Sinovac.  

Segundo fontes da pasta, ainda nesta semana deve ser assinado um memorando de intenções. Para a compra ser de fato efetuada, afirmam, faltam apenas detalhes técnicos.  

Auxiliares do governo federal salientaram que todas as vacinas que tiverem o memorando de intenção, "depois de registradas, serão compradas pelo governo". "Essa é a decisão", disse um técnico ligado à pasta.  

O Instituto Butantan é vinculado ao governo do Estado de São Paulo e a CoronaVac já motivou discussões entre o governador João Doria (PSDB-SP) e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Em outubro, a compra de 46 milhões de doses do imunizante chegou a ser motivo de desautorização pública de Bolsonaro a Pazuello.  

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT